Receita: arroz doce com especiarias (vegano)

Olá, pessoas!

Estou meio sumida, mas sempre que tiver algo interessante (e um tempinho sobrando), vou postar aqui! Hoje foi dia de receita, que ficou deliciosa, por sinal. Estava super com vontade de comer um arroz doce, não sei porque, só deu vontade, mas como aqui em casa não tinha nem leite, nem leite condensado, e tinha um pouco de coco fresco congelado, resolvi adaptar a receita e ver no que dava, aproveitei pra usar especiarias para dar um toque especial:

image1

Arroz doce com especiarias:

  • 2/3 xíc. de arroz (usei o vermelho que tinha em casa, mas pode usar outro, de preferência algum para risoto);
  • 2 xíc. de leite de coco caseiro (se usar o comprado pronto, dilua um pouco em água e use uma caixinha);
  • 1/4 xíc. de açúcar (uso o demerara, mas pode ser o cristal)
  • 1 semente de cardamomo;
  • 1 cravo;
  • um pauzinho de canela (a gosto);
  • 1 c. chá de extrato de baunilha caseiro (se for o comprado pronto, uma colher de café no máximo);
  • Raspas de 1/2 limão

10409621_10203752847764964_719332247413930727_n

Cozinhe o arroz em 1 xícara de água, para que não amoleça muito. quando secar a água, desligue o fogo e reserve. Esquente uma outra panela e torre por alguns segundos a canela, o cravo e o cardamomo (esmague a semente antes), junte o leite de coco, o açúcar, o extrato de baunilha e as raspas de limão. Quando o açúcar tiver derretido, junte o arroz e cozinhe até ficar molinho.

É muito fácil, em menos de meia hora, estava tudo pronto e delicioso, muito diferente do arroz doce tradicional, não deixem de testar.

Beijão!

mari2

Anúncios

Receita: Bolo de cenoura

Tradicional bolo de cenoura, com um plus saudável… Só me veio o estalo de postar a receita depois que estava no forno, aí não tem foto do processo, mas quando provei vi que tinha que postar!

IMG_5070

Já fiz bolo de cenoura com farinha de trigo integral antes, mas, sendo bem sincera, não ficou muito bom, ficou amargo, com um sabor muito forte, não fez muito sucesso. Este fez!

INGREDENTES:

  • 1 xíc. de farinha de trigo tradicional
  • 1 xíc. de farinha de aveia
  • 1 xíc. de óleo (usei de canola e usei um pouco menos do que uma xícara)
  • 1 1/2 xíc. de açúcar (usei o demerara, ele deixa a massa mais amarronzada, pode usar o cristal também, ou o mascavo)
  • 250g de cenoura (duas unidades médias)
  • 3 ovos
  • 1 cs de fermento químico

Bati bem no liquidificador o óleo, os ovos, as cenouras picadas e o açúcar, até uniformizar. Depois passei para uma tigela e misturei com um fouet, somente até encorpar, as farinhas (lembre-se de peneirá-las). Misture o fermento somente no final. Leve ao forno a 180ºC por cerca de 40 minutos, mas vá acompanhando, pois o tempo do seu forno pode variar.

Para a calda: coloquei em banho maria 6cs de água, 2cs de manteiga, 2cs de chocolate dois frades e 2cs de cacau em pó até derreter e uniformizar e despejei no bolo (bem simples).

TEMPO DE PREPARO: 1h20min

O Resultado foi um bolo super macio e fofinho, daqueles que desmancham ao cortar, sabem? E olha que ele já dormiu e hoje, quando vim escrever este post, continuava super macio. E para os alérgicos ou intolerantes, esta receita é totalmente sem lactose!

Beijão!

mari2

Panquecas da Rita Lobo, minha versão

O programa da Rita Lobo, Cozinha Prática, me inspira. Eu adoro o jeitinho dela, o capricho… Fico maravilhada com as produções para as fotos que ela faz sempre ao final da receita. Fico sentida que não haja novos episódios e que passe tão pouco. GNT, por favor, mais programas da Rita Lobo!!

O bom do programa é que as receitas são, de fato, práticas, mas nem todas são exatamente leves… Nada que umas adaptações não resolvam, por isso fiz esta minha versão das panquecas que ela fez semana passada, com meus toques, claro…

14_05_02_panquecas_ritalobo_01 Continuar lendo

Receitinha de Natal: pavê de chocotone!

Bom dia, meninas,

Aqui em casa, quando vai chegando o Natal, chocotone é presença cativa na nossa mesa, mas eu gosto de inventar formas diferentes de comer, pra não enjoar (não que seja possível enjoar)… Como maridão estava chegando esta semana, resolvi fazer uma gracinha pra recebê-lo e fiz esse pavê de chocotone! Pode fazer com panetone também, se você gostar (eu não gosto), é MUITO fácil, vejam só:

12-12-08_pave_natal_02

Ingredientes:

  • 4 bolas (generosas) de sorvete de creme
  • 2 colheres de sopa de canela em pó
  • 4 fatias grossas de chocotone
  • 1 caixinha de creme de leite “bate chantilly”

#comofaz:

Deixe o sorvete fora da geladeira por uns 5 minutos e misture a canela em pó (pode colocar menos, ou mais, ou até não colocar, se não quiser), até formar um creme homogêneo. Rasgue as fatias de chocotone em lascas pequenas. Bata o creme de leite até obter um creme espesso (eu bato no liquidificador, quanto ele ficar firme no copo, tá pronto. Todos os ingredientes prontos, chegou a hora da montagem. Monte camadas com o sorvete, o chocotone e, por fim, o chantilly (OBS: coloque o chantilly somente na hora de servir, se deixar no congelador ele endurece muito). Decore a gosto (usei canela e uma folhinha de hortelã). Eu fiz em taças, rendeu 4 porções, mas você pode fazer num pirex pequeno também. Se quiser fazer num pirex grande, pra toda a família, acho que tem que triplicar essa receita…

12-12-08_pave_natal_01

Gostaram? Não vou mentir pra vocês, ficou ótimaaa! Acho até que vou fazer um pavê desses na ceia, mas um pirex bem grande, pra dar pra todo mundo!

Quais as suas receitas preferidas de Natal? Deixem nos comentários!

Beijão,

mari

Receitinha: Risoto de azeitonas al pomodoro

Gente, fiquei contente que vocês estão pedindo posts!! Quando postei esta foto no Instagram, algumas pessoas pediram pra eu postar a receita no blog e pensei: Por que não? Não costumo postar receitas porque, embora eu goste de cozinhar, sempre improviso muito, faço tudo meio no olhômetro, aproveitando as coisas que tenho em casa, então não sabia se seria interessante pra vocês… Se gostarem (ou não), me dêem um feedback!

Pra começar, quero dizer que AMO risoto, ainda mais porque é uma comida muito gostosa, que fica pronta em no máximo meia hora, e que tem um charme… Vamos aos ingredientes:

  • 1 xícara de arroz pra risoto (uso o arbóreo, mas pode ser qualquer um, desde que seja especial pra risoto, senão não dá certo). A medida é a seguinte: 1/2 xícara pra uma pessoa, pode medir assim que dá certo, dá uma porção individual beeeem generosa, acredite.)
  • 1 xícara de vinho branco (pode substituir por caldo de legumes, mas essa parte dá um sabor especial)
  • 1 e 1/2 xícara de caldo de legumes quente (sempre o dobro da medida de arroz, pelo menos, mas esta receita levou menos porque completei com o molho de tomate. Você pode fazer o caldo, mas eu uso aqueles de pózinho diluidos em água fervente e, como ele já é salgado, não uso mais sal)
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1/2 xícara de queijo ralado (uso parmesão, mas pode ser muzzarela, ou pode ser requeijão cremoso ou cream cheese)
  • 2 tomates grosseiramente picados (o italiano/rasteiro é o melhor)
  • 1 xícara de molho pronto de tomate (de boa qualidade, por favor)
  • 1/2 xícara de azeitonas picadas (eu usei inteira sem caroço, cortada ao meio, mas as picadinhas devem ficar melhor
  • Azeite ou manteiga pra dourar
  • Pimenta do reino a gosto

Preparo:

Os 5 primeiros ingredientes são comuns a todos os risotos, seguindo este modo de preparo, você pode fazer do sabor que quiser, aproveitando o que tem mais fácil em casa…

  • Doure as azeitonas no azeite. Isso vai soltar o gostinho delas, que vai dar o sabor ao seu risoto. Em outras receitas, nesta etapa douro 1/2 cebola na manteiga. Depois de uns 3 minutos, acrescente o tomate e o arroz e mexa até ficar transparente;
  • Acrescente o vinho branco e deixe reduzir. Depois coloque o molho de tomate. Em outras receitas, pule do vinho direto pro caldo.
  • Acrescente caldo até cobrir o arroz. O grande segredo do risoto é ir acrescentando o caldo aos poucos, pra ir controlando o cozimento e a cremosidade… Vá acrescentando de pouquinho em pouquinho, mexendo de vez em quando pra não grudar. Vá provando. O ponto do arroz é al dente, ou seja, não pode ficar totalmente mole, senão vira papa! Se faltar caldo, pode acrescentar um pouquinho de água. Acerte o sal e a pimenta.
  • Quando o arroz estiver no ponto, mas ainda com bastante líquido, desligue o fogo, misture a manteiga e o queijo ralado, mexendo bem. Deixe abafado por um minutinho e sirva imediatamente!

O pesto era só decorativo, mas deu um saborzinho especial ao prato. Excelente combinação!

Gostaram? Acreditem, é muito fácil de fazer e fica uma delícia!!

Beijos!!

mari