Para não sabotar a dieta: congelamento!

Congelamento já faz parte da minha vida desde muito antes de iniciar a minha reeducação alimentar, mas ter alimentos saudáveis congelados é uma dica ótima pra evitar a sabotagem nos dias de preguiça ou quando a despensa está veio vazia…

13_09_22_congelados_01

Aqui em casa, somos duas pessoas, ou seja, fracionar as porções foi um aprendizado longo, a base de muita comida jogada fora… O maior motivo disso era a preguiça que eu tinha de ter um trabalhão pra fazer um pingo de comida. Resultado: acabava fazendo/comprando muito e sempre sobrava… Uma das soluções que encontrei foi utilizar alimentos mais congelados e, assim, aproveitar melhor os alimentos naturais, conservando-os e facilitando o preparo. Vamos lá então aos alimentos que normalmente tenho congelados… Continuar lendo

Anúncios

Dica fit: mix de castanhas

Olás!!

Como vi que muita gente gostou dos últimos posts sobre a dieta e emagrecimento, vou tentar colocar dicas de vez em quando, incluindo receitas (segue no meu Instagram que de vez em quando tem alguma)! Começarei então com um de meus lanchinhos preferidos: mix de castanhas!

13_08_22_mix_castanhas_01

É mais uma dica que uma receita, porque vou variando o mix de acordo com o que eu acho no mercado ou o que tenho em casa, mas o importante é medir o que você está misturando e, no final, calcular a quantidade de calorias médias por porção! Continuar lendo

Dieta ou Reeducação Alimentar?

Desde o último post sobre meu emagrecimento, houve muitas mensagens de incentivo, muita gente se sentindo estimulada e isto meu deixou muito feliz… No entanto, surgiram dúvidas sobre minha dieta e até pedidos de cardápios! Achei necessário fazer um post esclarecendo um pouco mais…

dieta-dos-signos_mat

Continuar lendo

Minha guerra com a balança!

Este post estava nos rascunho há muuuuito tempo. Eu não sei por que não me sentia à vontade pra falar disso, talvez porque nunca tive muita força de vontade pra emagrecer, nunca tinha de fato conseguido grande evolução ou vivia em um eterno efeito sanfona… Sugiro que sentem, pois este post é longo…

balan_a

Continuar lendo

A dieta de South Beach (A saga – Parte 1)

Problemas com peso são uma constante na minha vida, desde que me entendo por gente. Nunca fui GORDA, mas sempre tive variações de peso. Há dois anos mudei da Bahia pro Rio Grande do Sul e foi nessa época que meu peso variou ainda mais. Saí dos 59 para os 68. Durante esse meio tempo tentei algumas dietas com endocrinos e nada funcionou (não por falta de efetividade das dietas, mas por falta de força de vontade, mesmo! Eu comia feito uma desesperada!!!).

GORDINHA TENSA!

MY CEREAL

Em maio deste ano, resolvi que queria emagrecer. Já tinha ouvido falar muito sobre dieta da proteína, Atkins, South Beach e outras. Li alguns artigos na internet sobre ambas e optei por South Beach. Comprei o livro e iniciei a dieta no dia 30 de maio.

O “aditivada” no título do livro se refere ao programa de exercícios que ele sugere. Como eu sou a cara da preguiça, comecei só com a dieta. Vamos a ela:

A 1ª fase, que dura 15 dias, consiste em cortar carboidratos e açúcares (isso inclui frutas e alguns vegetais ricos em amido, como batata, cenoura, abóbora e etc.). Durante essa fase, seus níveis de açúcar no sangue vão cair e é feita para diminuir a vontade de comer doces. O autor adverte que a primeira fase só deve ser feita por quem quer emagrecer mais de 5kg e NÃO DEVE ULTRAPASSAR 15 DIAS. Ou seja, nada de fazer aloka e ficar mais tempo na fase 1. E nada de escorregar durante a fase 1. Peça às pessoas a sua volta pra te ajudar a resistir!

YOU HAVE A POTATO ALLERGY! GIF - YOU HAVE A POTATO ALLERGY!

Meus resultados com a fase 1: Só com a dieta (sem atividade física): 4kg eliminados.

2ª fase: nesta fase os açúcares e os carboidratos são reinseridos. A reintrodução dos carboidratos e alguns açúcares é gradual. Carboidratos refinados são PROIBIDOS, tudo tem que ser integral (considere integral o que tem mais de 3g de fibras por porção. A maioria dos pães integrais do supermercado não são integrais, de verdade.). As porções de carboidratos e frutas vão aumentando até chegar a 3 porções de cada por dia. Nesta fase comecei a me exercitar. Comecei com caminhadas, passei às corridas e agora revezo um dia de corrida com um de musculação. Nesta fase perdi só mais 2kg (estou bem frustrada com isso), mas meu corpo mudou MUITO. Ganhei bastante massa muscular, perdi medidas e estou com um corpo que nunca tive antes: magro e rígido. Voltei ao livro para ler sobre o porquê eu parei de emagrecer. Ele dá 3 razões possíveis:

1 – Você saiu dos trilhos: Não acho que saí dos trilhos, mas vou seguir o conselho do livro e começar a anotar tudo que eu como e comparar com os cardápios sugeridos para ver se estou exagerando.

2 – Você está se exercitando de menos: pra mim, não é uma possibilidade. Tenho sido bastante fiel aos exercícios e inclusive vou participar da minha primeira prova de corrida esse fim de semana (Tô me sentindo a própria atleta olímpica! Hahahahaha).

Michelle Jenneke is Good to Go GIF - Michelle Jenneke is Good to Go

3 – Você chegou a um peso saudável: Acredito que essa seja uma possibilidade bem sólida, apesar do minha teimosia querer emagrecer mais. Ele diz que se essa for uma possibilidade concreta, o ideal é intensificar os exercícios ao invés de cortar calorias. Cortar mais calorias pode gerar o temido efeito sanfona e ninguém quer isso, né amigues? Quando vim pra cá, estava com 59kg, mas esse foi um peso conseguido à base de sibutramina e além disso, não tinha tanto músculo quanto agora.

Continuarei a dieta por mais alguns meses e voltarei pra contar os resultados.

Início da dieta : 30 de maio – peso 68 kg

Momento atual : 1 de agosto – peso 62 kg

Meta: 59 kg

E vocês? Pront@s deixar de ser preguiços@s e começar dieta/exercícios já?

Beijo,