Receita: pão de queijo com araruta

Quando postei o primeiro teste do pão de queijo que fiz com araruta, algumas pessoas se interessaram, então aprimorei a receita pra postar aqui pra vocês…

IMG_5163

Eu usei como base inspiração esta receita da Bela Gil, mas, como não ando fazendo receitas diferentes todos os dias, não gosto muito de comprar ingredientes específicos pra uma só receita, pois eles acabam perdendo a validade no armário e eu ODEIO desperdiçar comida! Um dia desses a Bela também estava falando da araruta como opção de amido e, na mesma semana, vi pra vender numa loja aqui de Lauro de Freitas, que eu adoro, a Noz Moscata. Comprei porque tinha várias receitas em mente pra fazer.

No final de semana, arrisquei fazer o tal pão de queijo com a araruta, porque eu estava num desejo incontrolável de comer pão de queijo e nem passava pela minha cabeça comprar aqueles prontos no mercado. Eu sei que eles são super práticos e deliciosos, mas aqui em casa estamos tentando ter uma alimentação mais caseira, com menos produtos industrializados, sabe? Bom, aquela tentativa não deu muito certo, ficaram deliciosos, mas não ficaram firmes, pareciam um biscoitinho, sabe? Mas esta semana fiz de novo e… Vamos à receita:

INGREDIENTES:

  • 1 ovo;
  • 1 xíc de ricota picada;
  • 1 xíc de parmesão picado (parmesão de verdade, por favor);
  • 3/4 xíc de tapioca (eu tinha a hidratada em casa, mas pode substituir por polvilho doce, aumentando um pouco a água na receita);
  • 1 xíc de araruta;
  • 1/4 xíc de água;
  • 1 cc de fermento em pó químico;
  • 1 cs de semente de chia (totalmente opcional, coloquei em metade da receita, mas não dá diferença no resultado final, só aumenta o valor nutricional);
  • sal a gosto.

pao-de-queijo

Eu joguei tudo no processador e misturei. Se não tiver processador, rale os queijos e misture tudo na mão, pois a massa fica meio pesada pra bater no liquidificador, eu acho… Bom, depois de pronta a massa (reparem na textura), fui enrolando as bolinhas.

IMG_5161

Agora vem o pulo do gato: coloquei as bolinhas já prontas no congelador por 15 minutos, enquanto preaqueci o forno a 240ºC. Depois levei ao forno por cerca de 30 minutos (sempre de olho). Gosto deles crocantes, mas pode deixar menos tempo no forno, se preferirem mais molinho.

IMG_5167

Algumas receitas levam azeite, mas como usei o parmesão, que é bem gorduroso, preferi não colocar. Se usar um queijo mais leve, sugiro que inclua um pouco, ao fim do preparo, observando pra não ficar com uma textura muito mole… Sirva com manteiga, ghee, geléia, manteiga de amendoim, nutella… Ou então sirva sem nada, é ótimo!

IMG_5168

Rendeu 24 pãezinhos, coloquei metade pra assar e metade congelei pra usar depois (congelei as bolinhas num prato depois passei pro saquinho). Praticidade sempre.

Façam e me contem!

Beijão!

mari2

Anúncios

Receita: Nhoque de batata doce

Esta receita é muito deli, mas só faço de vez em quando, porque, convenhamos, dá um pouquinho de trabalho… Mas é só um pouquinho, e vale muito a pena!

IMG_5055

INGREDIENTES:

  • 400g de batata doce assada (cerca de 2 batatas médias)
  • 30ml de água natural filtrada
  • 2 xic de farinha de trigo (já fiz com branca e com integral, as duas funcionam, hoje não tinha integral em casa)
  • 1 ovo
  • Sal a gosto

Viram? Poucos ingredientes, mas muitos truques! Pra começar, prefiro assar a batata para usar menos farinha de trigo, pois ao cozinhar ela absorve muita água. Dá pra assar de duas formas: no forno ou no microondas. Honestamente, prefiro usar o micro, só pela rapidez mesmo. Faça alguns furinhos na casca e coloque no forno ou no microondas até amolecer. No meu microondas precisei de 7 minutos, mas é bom ir parando de 2 em 2 minutos pra verificar.

IMG_5043

IMG_5044

Depois de assada, descasque (a pele sai super fácil) e amasse até virar um purê, acrescente os ovos e misture bem. Eu prefiro fazer tudo isso no processador, pra isso, coloco as batatas e os 30ml de água pra ajudar a bater bem, depois acrescento os ovos e deixo batendo até uniformizar, quando acrescento a farinha. Coloque 1 xícara de farinha e continue batendo (no processador) ou misturando (na mão), vá acrescentando mais farinha aos poucos até que a massa fique firme. No processador, deu 1 1/2 xícara no total.

IMG_5045

Enfarinhe uma superfície e coloque a massa. Não precisa, ou melhor, não pode trabalhar muito a massa pra ela não ficar “liguenta”. Vá enrolando e cortando os nhoques com uma faca. Pode fazer mais perfeitinho, em bolinhas, como quiser, mas eu prefiro que fique meio rústico. Sempre que a massa começar a grudar, jogue mais farinha na superfície. Eu costumava fazer no mármore da pia mesmo (previamente limpo e esterilizado), mas me dei conta que a sujeira que ficava depois desestimulava e hoje eu uso esta tábua de vidro da foto. Adoro.

IMG_5049

Jogue os nhoques em água fervente, quando eles começarem a subir, é só retirar com uma escumadeira.

IMG_5051

Pronto! Eu gosto de misturar ao molho e levar um pouco ao forno, mas desta vez dei uma “fritadinha” em um pouco de azeite aromatizado com alho. Servi com molho de tomate caseiro e queijo minas de búfala quebradinho por cima. Ficou mara!

TEMPO DE PREPARO: 1h

Este molho ficou super gostoso também, da próxima vez que fizer, tiro fotos e posto a receita!

Beijão…

 

mari2

Receita: Bolo de chocolate (sem glúten)

Ontem postei esta receita no Instagram e ela fez sucesso, até mais do que eu esperava, então, atendendo a pedidos, vai a receita certinha, tentem em casa, ficou muito gostoso. É claro que não é um bolo fofinho, mas a massa ficou muito leve e saborosa.

14_07_06_receita bolo chocolate_01

Eu achei esta receita aqui, mas, claro, fiz umas adaptações, então achei legal postar também do jeito que eu fiz… Continuar lendo

Receita Fit Gourmet: linguado en papillote

Nem acreditei na maravilha que consegui fazer totalmente improvisada e no tato…

20140531-165949-61189910.jpg

En papillote, na verdade é um modo de preparo, pelo que sei, consiste em “embrulhar” o alimento em papel alumínio ou papel manteiga, para que ele cozinhe no vapor e não perca a umidade. Vejo os chefs utilizarem esta técnica em peixes, mas acho que dá pra cozinhar frango e vegetais também… Continuar lendo