Saia da dieta. Agora!

Um dos fenômenos que aconteceram quando comecei a emagrecer foi encontrar as pessoas e elas perguntarem o que eu estava fazendo, o que mudei na alimentação, se fazia exercícios. É claro que, nestas ocasiões, sempre vinham as sugestões, conselhos, os truques pra ter resultados mais rápidos, os pedidos pra “ajudar” a outra pessoa a emagrecer também…

1240095_10200595293588083_43012915_n

Hoje, que já estou com o peso que eu queria e o com o corpo (quase) como quero, as reações são mais ou menos estas:

  • “Não engordou mais, heim”?
  • “Continua seguindo a mesma dieta”?
  • “Mas você come ‘isto’ (açúcar, chocolate, refrigerante etc)”?

Pois é. Outro dia numa festa, questionaram-me o porquê de eu estar comendo salgadinhos e como eu comia “tudo aquilo” e não engordava. Sim, eu engordo, e não, cara pálida, eu não como tudo aquilo. Pelo menos não todo dia.

É verdade que usei muitas muletas no meu processo de emagrecimento, mas esta experiência me fez aprender que dieta, na verdade, não é solução pra nada. A solução é aprender a comer. Reaprender a comer, na verdade.

Acompanho muitas pessoas do mundo fit nas redes sociais e acho toda esta vibe muito louca. Houve um momento em que ficava embriagada com as comidas, os suplementos, os treinos. Demorou um pouco pra cair em mim e perceber que não tem muito futuro tentar seguir um estilo de vista tão artificial, de culto absoluto ao corpo. Demorou um pouco também pra entender o que, de fato, é reeducação alimentar e como esta é a única chave para não viver num eterno efeito sanfona e não viver eternamente em dieta.

Hoje, queria deixar claro que não acredito mais que haja uma forma ou outra de comer. Educação alimentar é algo muito pessoal, vai muito além de pesquisas científicas, de ganho de massa magra ou manutenção de peso ou qualquer coisa do tipo. Educação alimentar é, antes de tudo, cultural e familiar, mas, assim como qualquer aspecto da educação, também tem uma parcela de interferência da sociedade e, neste caso, deve também absorver características que a façam melhorar nossa saúde.

É muito difícil fugir das referências alimentares que adquirimos durante toda a vida e não raro as dietas retiram completamente alguns alimentos da nossa rotina. Sabe quando a gente viaja e fica bem longe da família por um tempo? Serve ver uma foto? Serve ouvir a voz? Serve nada. Serve mesmo é dar um abraço e acredito que, por isso, ao seguir dietas restritivas, acabamos metendo o pé na jaca muitas vezes. Quando a gente sabe que pode visitar nosso parente na mesma cidade, muitas vezes nos contentamos com um telefonema. Acredito que, com comida, é a mesma coisa. Não adianta trocar o queijo gorgonzola por queijo branco. Não adianta trocar o brigadeiro pelo pudim light de chocolate. Não adianta trocar a pizza por um omelete coberto com queijo. Vejam, no dia a dia, a gente come o queijo branco, o pudim light ou o omelete, da mesma forma que telefonamos pra matar a saudade. Mas tem horas que a saudade aperta o peito e só serve mesmo um bom abraço. E saber que podemos dar este abraço a qualquer momento muitas vezes evita bastante sofrimento.

Por isso, hoje penso que o importante na alimentação é entender que todos os alimentos têm importância, até aqueles que nutrem nosso coração, que afagam nossas vontades e despertam nossas memórias mais bonitas. Porque o alimento, diferente do que uma dia pensei, não é só um combustível pro corpo, é, sim, parte importante da nossa vida, mas tem um lugar bem menor do que pensamos ter… Não adianta sair do país pra fugir do brigadeiro, um dia ele vai fazer você pegar o primeiro vôo e voltar com tudo quando a saudade apertar. Hoje penso que há coisas bem mais legais que nos confortam e completam nossa vida, mas que não adianta passar vontade, o que adianta mesmo é ter equilíbrio.

Grande beijo!

mari2

Anúncios

Deixe sua dica ou opinião...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s