#as100+ Blazer

Essa peça tem estado presente nos mais diversos guarda roupas! Antes restrito aos homens, há algum tempo as mulheres adotaram esta peça e deram personalidade ao Blazer, de um jeito que homem nenhum conseguiria. Acho que muitas de vocês já devem ter percebido o quanto o blazer está democrático. A mais de uma estação, ele vem com tudo e deixou de lado o rótulo de peça formal, podendo ser usado nas mais diversas ocasiões. Veja só:

TRABALHO:

Aqui fica fácil! Acho que o ambiente corporativo é o que mais vem à cabeça das pessoas quando se pensa num blazer. Pra fazer bonito e não perder o estilo, evite conjuntinhos com blazer e calça/saia combinando, invista em cores diferentes ou componha o look com peças mais coloridas, divertidas e modernas.

PASSEIO DIURNO:

 

Um blazer dá uma arrumada em qualquer look mais simples. Se usado com mini saias ou shorts, deixa o look mais arrumadinho, sem perder a espontaneidade. Prefira cores mais claras e combine com peças informais. Se mora em um lugar quente, vale dobrar ou puxar pra cima a manga.

NOITE:

O blazer, além de ser ótimo pra compor o look festa numa noite fria, também é excelente escolha pra baladinhas… Pra isso, escolha padronagens mais sofisticadas e combine com muito brilho. Vale usar sem nada por baixo (fechado, claro), para um ar mais sexy…

ESCOLHA O SEU:

Com a moda, vem também o risco de escolher errado. Um blazer, pra ser bonito, tem que ser bem cortado, então não adianta comprar o primeiro bonitinho que você vê por aí, sob risco de o barato sair (muito) caro! Antes de comprar o seu, experimente muitos e siga as dicas de Nina Garcia, pra não acabar com mais uma peça atolada no armário (meus pitacos em parênteses):

  • Botões: Tenha certeza que os botões funcionam (e que fecham completa e confortavelmente);
  • Mangas: O comprimento deve ultrapassar a altura do punho. Os que estão em alta podem ser um centímetro maior;
  • Ombros: Devem ser retos e definidos, a costura da cava deve estar alinhada com o ombro;
  • Frente: o blazer deve ter caimento reto quando abotoado, mesmo que nunca abotoe (eu mesma cometi esse erro por muito tempo. Se seu blazer fica abrindo quando está abotoado, amiga, você está fazendo isso errado… rss);
  • Comprimento: O clássico vai até a altura do quadril, mas pode ser mais comprido ou mais curto, dependendo do seu estilo (na minha opinião, os mais compridos são ideais para looks mais despojados, enquanto os curtinhos ficam melhores ajustados, para um look mais formal).

E então, já se convenceu a colocar esta peça no guarda roupa? Eu já, e não vivo mais sem!!!

Nina Garcia é editora da revista Marie Claire americana, além de ser jurada do Project Runway. No livro “As 100 +”, Nina relaciona as 100 peças que, em sua opinião, são indispensáveis à mulher contemporânea. As peças relacionadas nos posts com a tag #as100+ foram retiradas do livro e contém suas explicações e também as minhas opiniões pessoais sobre o assunto. Saiba mais.

Beijão!

Anúncios

Um comentário sobre “#as100+ Blazer

Deixe sua dica ou opinião...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s