Viajando de Carro: Foz do Iguaçu-PR (parte 2)

Continuando com o post sobre Foz do Iguaçu, outras atrações e nossas observações:

Parque Nacional do Iguaçu – este é o parque brasileiro. É incrivelmente mais organizado e estruturado que o argentino e, embora tenha muito menos trilhas, a vista das Cataratas é absurdamente mais bonita! O transporte é feito por ônibus do próprio parque, que passam a todo momento e têm informações sobre as paradas. Vale muito, muito a pena fazer a trilha das cataratas, que nos leva bem no meio das quedas, com uma visão frontal da Garganta do Diabo, que só é possível dali (Brasil rules!)…

Pra subir, não é preciso refazer o caminho da trilha de volta, pois no final de tudo há um elevador, que nos leva ao local onde estão os restaurantes. Depois de almoçar, fomos fazer o Macuco Safari, um passeio de barco que nos leva literalmente pra debaixo das cataratas. É incrível! O passeio começa com uma trilha em que descemos de carrinho
elétrico. Num ponto da trilha, temos a opção de continuar ou fazer uma parte a pé, pela mata, que é muito linda… O barco fica entrando embaixo da queda d’água, de modo que a capinha de chuva não resolve muito… Se soubéssemos disso, teríamos ido de roupa de banho, como a família chinesa que foi com a gente… rss

Usina de Itaipu – uma obra de arte da engenharia. Uma das 10 maravilhas da engenharia do mundo moderno (eleita pela CNN). Vale a pena conhecer a magnitude da usina no passeio completo, em que a gente conhece, entre outras coisas, a sala de controle e um eixo de turbina em pleno funcionamento, sempre acompanhado por um guia que explica tudo, tim tim por tim tim. Este passeio completo precisa ser agendado, veja antes no hotel como fazer isto. É tudo muito grandioso, dá orgulho de saber que toda aquela obra é metade nossa…

Ciudad del Este – ignoramos totalmente que poderíamos ir pro Paraguai. Este foi o nosso principal desleixo nesta viagem, porque acabamos não programando o que queríamos… Prepare-se pra chegar ao paraíso! Se você estiver disposto a comprar MUITO, vá PELO MENOS dois dias, pra dar tempo de olhar tudo e achar as melhores opções. Lá tem simplesmente de tudo, de bugigangas de camelô a cosméticos, roupas, eletrônicos e muito mais, originais, vendidos nos DIVERSOS “duty free” shops espalhados pela cidade. Vá de van. O motorista da van vai orientar em relação aos melhores lugares. O nosso até tinha um esqueminha na aduana e passamos sem problema algum. A aduana pega pesado por lá, nem adianta querer passar com muita coisa. Se resolver atravessar andando a ponte, deixe seu carro em algum dos vários estacionamentos perto da fronteira, mas não aceite ajuda de ninguém pra chegar a um deles, pois eles cobram por este “serviço”… No mais, a entrada e a saída são tranquilas e dá pra fazer uma boa farra de compras com a cota de US$300,00!!

Além disso, ainda tem muita coisa pra visitar, como o Centro de Artesanatos, o Parque das Aves, o Templo Budista… Como não tínhamos tempo sobrando (até estendemos nossa viagem por lá), não deu pra conhecer tudo, mas fica pra a próxima… E então animados? Super recomendo a viagem!!

Conheça:
Parque Nacional do Iguaçu
Usina de Itaipu Binacional
Ciudad del Este

Veja mais:
Viajando de carro: como planejar?
Viajando de carro: pedágios!
Viajando de carro: Minas Gerais
Viajando de carro: Campos do Jordão-SP
Viajando de carro: Curitiba-PR
Viajando de carro: Foz do Iguaçu-PR (parte 1)

Grande beijo,

Anúncios

Deixe sua dica ou opinião...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s